6 dicas para casamento no campo

Do vestido de noiva às lembranças, saiba como fazer um casamento no campo com tudo que você tem direito. Encante-se!

Ele tem sido uma grande tendência entre as noivas, seja pela vontade de estar próximo a natureza, de fazer algo mais intimista ou de simplesmente fugir do tradicional. O casamento no campo – cada vez mais com ideias criativas – vem com tudo! No entanto, nem sempre é fácil escolher o que define esse estilo. Por isso, para acabar com todas as dúvidas, selecionamos várias dicas de quem entende do assunto para facilitar a sua vida. Anota aí!

VESTIDO DE NOIVA

Para a estilista Mariana Kuenerz, casamentos no campo pedem vestidos leves e tecidos fluidos, como o mousseline de seda e o tule. A renda chantilly também pode ser uma boa opção. Bordados leves em tons foscos funcionam bem, evite os muito pesados. E o que já estamos cansados de saber, mas sempre é bom repetir: o modelo tem que refletir acima de tudo a personalidade da noiva e ao mesmo tempo valorizar o corpo dela.
♥ DICA DE EXPERT: Atenção! O sapato, além de confortável, precisa ser adequado ao tipo de piso do local do casamento

CONVITE

Claudia Haddad, da Papel a la Carte, sugere para o convite de casamento materiais rústicos, porém delicados. Relevo no papel sem brilho, fio de algodão e papeis de texturas diferentes podem ser boas apostas. E geralmente, as estampas estão sempre presentes. Use e abuse!
♥ DICA DE EXPERT: Cuidado com elementos grosseiros que possam incomodar o manuseio do convite

IDENTIDADE VISUAL

Como o cenário é predominantemente verde, Patrícia Koeler indica uma identidade visual leve, bem de acordo com a atmosfera do campo. O design deve complementar o ambiente da cerimônia e recepção, porque geralmente os dois momentos ocorrem no mesmo lugar. Flores, folhas, traços finos, aquarelas e até grafismos mais moderninhos cabem como uma luva nesse tipo de casamento.
♥ DICA DE EXPERT: Evite uma identidade visual muito pesada e que não esteja de acordo com o local. Às vezes, a combinação de uma estampa com uma cor específica pode funcionar para o salão de um hotel, mas quando levada ao campo, fica completamente fora de contexto

DECORAÇÃO

Ela é o must have dos casamentos no campo. Só o nome já diz tudo: a decoração rústico-chique é ideal para esse tipo de enlace. Mestre no assunto, Anna Carolina Werneck explica que o décor alia o rústico, característica do campo, ao chique, representado pela personalidade e ousadia do local. Vale combinar muitas cores – sem esquecer o bom senso – e investir em variados tipos de flores.
♥ DICA DE EXPERT: Estão proibidos moveis espelhados e de acrílico!

BOLO

Ele e o campo formam o verdadeiro casamento perfeito. Para Carolina Sales, o naked cake por si só já é um bolo que atende a uma diversidade grande de estilos, pois se adapta conforme a decoração. A ornamentação do bolo varia muito com o tipo da festa. Mas por se tratar de um casamento campestre, geralmente num lugar aberto, a cake designer acredita que as flores são a melhor opção.
♥ DICA DE EXPERT: Não pode faltar beleza e, sobretudo, sabor. Evite que o bolo se exponha ao calor e, dependendo do local, não use frutas para decorar

DETALHES

Essa é talvez a parte mais linda e fofa do casamento no campo, porque é nos detalhes que você vai diferenciar o seu grande dia dos outros. É hora de soltar a imaginação e deixar a criatividade falar mais alto! Apesar de não ser a área dela, Patrícia Koeler sempre dá um toque especial a esses produtos – que a gente adora – com seu design particular. E por isso, ela nos deu algumas ideias: para o verão, leques, ventarolas e sombrinhas são muito bem-vindas. Garrafinhas de água com a identidade do evento também são uma ótima pedida. Caso o casamento seja numa época mais fria, pashminas podem ser uma boa opção de lembrança para as convidadas.
♥ DICA DE EXPERT: A chuva de arroz em formato de coração, e ainda biodegradável, é um charme à parte: não agride o meio ambiente e deixa um efeito lindo nas fotos.

http://www.inesquecivelcasamento.com.br/dicas-e-inspiracoes/diversos/dicas-casamento-no-campo/

Texto Amanda Reis e Carolina Furtado